Em português “mindfulness” pode ser entendido como “atenção plena”, um estado da mente que valoriza a contração no presente e a abstração momentânea de pensamentos externos – uma pausa para os problemas do trabalho, as discussões de relacionamento, os e-mails não lidos e as notificações do Facebook.

Conheça e pratique o exercício meditativo que está balançando (e equilibrando) o mundo dentro e fora das grandes corporações.

Ao passo em que se populariza, a atividade vai ganhando novos e novos pesquisadores ao redor do mundo. No Brasil, um desses estudiosos é o professor da Unifesp Marcelo Demarzo. De acordo com ele, há evidências de que a aplicação de técnicas de atenção plena pode ser tão efetiva quanto o uso de remédios no tratamento de ansiedade, depressão e dores crônicas.

Mesmo quem não sofre dos sintomas pode se beneficiar da prática diária, reduzindo o estresse e prevenindo doenças.

declarou Demarzo.

Mindfulness: Como faz?

Gostou da ideia? Elencamos abaixo um passo a passo na prática de mindfulness para iniciantes, que pode ser aplicada em atividades diárias como em uma caminhada ou na espera de uma fila.

Preparação

Escolha um local silencioso e uma roupa confortável. Almofadas, colchonetes e travesseiros podem ajudar a encontrar uma posição cômoda.

Use despertador para marcar o tempo de prática e não se preocupar em olhar o relógio. Comece com cinco a dez minutos por sessão.

Instruções

  1. Escolha uma posição confortável – sentado, com a coluna ereta ou deitado –, em que você consiga ficar pelo tempo necessário para a prática. Os olhos podem ficar abertos ou fechados durante a sessão.
  2. Faça duas respirações profundas e traga a atenção para o corpo. Observe as sensações do corpo, como o contato com o chão, a temperatura da pele e possíveis desconfortos.
  3. Aos poucos, mova o foco para os movimentos do corpo durante a respiração, como os do tórax, abdome e narina.
  4. Mantenha a concentração na respiração como âncora da atenção e da mente no momento presente.
  5. Se alguma distração, pensamento ou preocupação vier à tona, simplesmente perceba e deixe passar, sem se prender ou julgar, voltando a observar a respiração.
  6. Antes de encerrar, volte a atenção para as sensações do corpo naquele momento. Termine a prática lentamente.

Quer saber mais sobre mindfulness e aprender novos exercícios?

A consultora e professora de yoga Maria Cardoso ministra regularmente o curso “Meditação: Técnicas de mindfulness” aqui n’A Grande Escola. Aprenda como deixar a mente livre de pensamentos e reorganizar a cabeça e veja ainda qual das práticas de meditação mais funciona para você.

Confira nossa agenda de cursos e se inscreva na próxima edição!

Fonte: Centro Brasileiro de Mindfulness e Promoção da Saúde (Unifesp)