Quando falamos em resiliência emocional estamos nos referindo à capacidade de mesmo, nas circunstâncias mais adversas, conseguirmos manter as emoções positivas à frente dos sentimentos e sensações negativas que aquilo possa nos causar. Quem tem esta força mental consegue enxergar as coisas por uma esfera diferente, o que faz com que consiga manter-se forte frente às dificuldades.

Muitas pessoas não entendem como algumas diante de perdas significativas e decepções, ainda assim conseguem manter um brilho nos olhos e serem otimistas em relação à vida. Isso não acontece por acaso, isso acontece por conta de sua resiliência emocional, que não lhe deixa sucumbir nem mesmo nestes casos.

Isso também não acontece por acaso. Pessoas assim têm uma sabedoria própria, diferente, que é independente de sua formação ou grau de escolaridade. Acreditam que as coisas acontecem tem uma razão de ser, ainda que não totalmente compreendida e, por isso mesmo, não se sentem vítimas das circunstâncias. Não quer dizer que elas não sofram ou não sintam as dores de suas perdas e contrariedades, apenas que encontraram um modo diferente de lidar com isso por meio de sua resiliência emocional.

Ser resiliente é um dos atributos mais poderosos e mais bonitos do ser humano. É o que não lhe faz desistir frente às dificuldades e não sucumbir aos sofrimentos mais dilacerantes. Portanto, se você deseja desenvolver sua resiliência emocional é importante aprender a lidar positivamente com tudo que acontece em sua vida e alimentar sentimentos bons mesmo nos piores momentos.resiliencia-emocional

É um grande desafio? Sim! Mas tenho absoluta certeza de que cada um de nós, por mais complexas que possam ter sido nossas experiências de vida, pode desenvolver esta capacidade e empoderar-se emocionalmente. Para tal, é preciso compreender que tudo que acontece tem um lado positivo e focar nele.

No começo, tendo passado por grandes provações e perdas de pessoas queridas, pode parecer um tanto quanto delicado enxergar algo de positivo nestas situações. Mas pense: diante da partida de amigos ou familiares queridos, você teve a sensação de que não ia suportar isso, no entanto, mesmo que a dor ainda esteja latente, você decidiu continuar e seguir com sua vida. Aprender a conviver com esta dor é uma forma de ter resiliência emocional e, não deixá-la que seja maior que sua vontade de viver, só comprova o quanto você é capaz de grandes superações.

Neste sentido, superação é uma palavra-chave neste contexto, pois como o nome mesmo sugere, representa “passar por cima, ir além”. É esta ação que nos faz sair de um estado não tão bom para um bem melhor. Por isso, para conseguir ser emocionalmente mais resiliente e fazer com que suas emoções trabalhem a seu favor, é essencial que esteja aberto a observar tudo de maneira mais otimista e a superar o pessimismo e a tristeza que por vezes nos testam.

Isso é muito importante para nos fortalecermos diante dos problemas e para que possa alimentar pensamentos e sensações mais positivas em relação a si mesmo, ao mundo e as pessoas. Isso é inspirador, também o que nos mantem de pé e nos faz seguir em frente, aconteça o que acontecer. Pense nisso e trabalhe todos os dias a sua resiliência emocional!

Passe pelas questões difíceis da vida com maior assertividade e sucesso: Resiliência – Como lidar com as adversidades, dia 13/09 às 19h30.

 

Autor: José Roberto Marques
Fonte: JRM Coaching

Comentários

comentários